quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

São Valentim

Ainda hei-de descobrir quem foi este gajo...

Uma coisa tenho certa. A responsabilidade dele no amor que sinto e partilho é tanta como a do gato da vizinha...

Lá porque houve um gajo, que, como muitos outros, foi martirizado no Séc. III por ser Cristão, que celebrava casamentos, isto não lhe dá o direito de “apadrinhar” o meu amor ou de me fazer lembrar de que amo alguém.

Felizmente não preciso da tua ajuda, ó Valentim...
Nem preciso desta data para dar ou receber flores ou ter uma noite romântica! Isso, eu faço-o quando quero e quando posso. E apesar de hoje estar longe da pessoa que amo, ontem também estava e estarei amanhã... mas estarei com a minha cara metade para a semana e não é graças a ti. É ao estaminé!

E não lhe vou dar prendas porque foi o teu dia, mas porque amo e gosto de ver a minha cara metade feliz! E podes ter a certeza que sempre que estamos juntos, há prendas, carinhos, jantares românticos e noites... sem os pés frios.

4 comentários:

Ck in UK disse...

Este blog esta cada vez melhor. Valentim era o namorado da minha empregada qdo eu era miuda. E lembro-me de eu andar prai a dizer que a maria Laura ia partir as pernas ao valemtim. Sabe-se la porque. Entao agora e q nao consigo desprender-me da imagem desse Valentim....

AEnima disse...

Por estas bandas anda-se pouco romantica. E a freakalhada do valentim eh tal que ficamos todos sem internet com tanta procura ao e-mail, messenger e sites de "amor".

Meloes Melodia disse...

CK - era jeitoso esse valentim? tu la saberias porque e que a maria laura lhe queria partir as pernas ;-)

AEnima - de certeza que isso hoje ja passou. Nao suporto estas tradicoes importadas e a pseudo-loucura... por isso e que fiquei a trabalhar ontem ate as 11h. So no estimine e sem ninguem a f*der-me o juizo!
Quanto ao romantismo, um dia em que nao ha bilhetes para o cinema, nao ha mesas nos restaurantes, as floristas e lojas de chocolates estao a pinha assim como os parques e jardins, nao pode ser romantico. E acho que para se estar romantico nem sequer e preciso ter outra metade.
Ler um bom livro no Ourigo ou na Luz num dia de tempestade e das coisas que mais me desperta o romanticismo, agora Londres...

AEnima disse...

olha, boa!!! Deves ter gostado do video que pus la nesse dia. Ai o meu mar do porto que me faz tanta faltinha! :( chuiff, continuo saudosa.