quinta-feira, 19 de abril de 2007

Reflexões II

O Inverno do Melões

As dúvidas

“Não sei!
Não sei dizer não!
Penso tanto, quero tanto, que quando chega a altura de falar, só sei dizer: “Não sei…”, um não sei surdo, baixo, a medo, um não sei que sabe, mas não é capaz de saber.
É assim que eu sou, este ser dual que pensa que sabe tudo mas não sabe nada.
Esta dupla vivência de ser ignorante, que tem perfeita consciência do que é e do que quer.
Enfim,
Não sei!”

Melões, 22 de Julho de 2001


A impossibilidade de poder voltar a amar

O amor que sinto é tão imenso e forte que sofro por não amar”
***
"O tempo passa, O amor fortalece,
Morre a paixão, mas não a dor da perda,
E a infinita saudade
É um doce sofrimento,
A serenidade
De um amor que morreu”
Melões, 03 de Julho de 2001

E ainda o amor

Por vezes cremos que nascemos para sofrer,
Não para amar,
Porque amar é sofrer.
É simpatizar,
Como o Grego,
Primeiro sofredor,
Simpático,
Isto é,
Amante”
Melões, 3 de Julho de 2001

6 comentários:

Actriz Principal disse...

Meu querido,

Nós nascemos para viver, para amar e para aproveitar tudo o que a vida tem de bom.

Tu tiveste mais do que uma dádiva na vida. Melhor ainda, tu és uma dádiva!
E, se sabes que estás aqui por algum motivo, se ainda não o encontraste, continua à procura. Mais do que isso, aproveita bem todos os dias, são preciosos.

É bom ver que encaixas bem o que já passou.

Adoro-te! Beijos!

Melões Melodia disse...

Actriz - So achei que ja e altura de matar od fantasmas e po-los todos ca fora... alivio-me a mim e ajudo a que possas compreender os outros.
Quanto a ser uma dadiva... nao tenho pretensoes. O unico sentido de estar aqui e ser feliz e fazer feliz.
Farei o melhor que posso e sei
Beijos

Diabba disse...

Hummmm melões... (salivando) era capaz de dar umas dentadas!

És incapaz de dizer não?? tu não me tentes, olha k caio em tentação facilmente!! hihihihihihihi

beijo d'enxofre

Melões Melodia disse...

diabba - nao me respondeste a pergunta

Diabba disse...

Quando volto como? estou aqui! (lingua de fora a fazer uma careta)

Voltar a postar? não sei... parei porque comecei a detestar o pensamento "tenho que escrever qlqr coisa", odeio ter a "obrigação de", já me basta escrever na profissão! (adv)

Se um dia me apetecer sou capaz de voltar, mas se calhar nessa altura fecho os comments ;-)

beijo d'enxofre

P.S. ou a pergunta era "quando voltas a Londres"?? isso era um kumbite?? hihihihihihihi

Melões Melodia disse...

Diabba,
Quando voltas a escrever, claro esta, se bem que Londres e uma cidade do diabo... concerteza que o passarias infernalmente por aqui.

Quanto ao escrever muito e sentir obrigacao, nao faz sentido nenhum... claro esta, tudo depende do que esperas do teu blogue... se queres muitas visitas entao sentes essa pressao, se es como eu que nao digo nada a ninguem e poucos sao os comentarios que faco noutros blogues, que so me interessa escrever quando me apetece porque organizo as ideias ao por as coisas no papel, entao nao passa nada... e um exercicio de anti-stress
E que apesar de nao ser advogado, passo a minha vidinha no estamine a escrever e a discutir com advogados, o que e do diabo.
beijos