sábado, 7 de julho de 2007

Os Chefes

Ontem combinei ir tomar um café com o gaijo que chefia uma equipa do estaminé que me quer a trabalhar com ele.

Está o Melões de pé a vestir o casaquito para descer (que o outro gaijo estava à espera na recepção) e aparece o chefe do Melões que pergunta se quero descer para um café.
O gaijo nunca faz isto, mas eu também nunca recuso um café – tomo uns 10-12 por dia!
Tornei a sentar-me e respondi algo estúpido como “espera um bocado” numa voz impregnada de mau feitio. E ele desceu, e o outro gaijo a porta. Cruzaram-se.

Começa então a cena mais ridícula da minha vida laboral. Eu, a tentar perceber quando é que o chefe regressava a saltar de janela em janela e a pensar em que elevador deveria descer para não ter que me cruzar com o meu chefe e dar-lhe explicações desnecessárias, enquanto tentava descubrir o número do telemóvel do sujeito que me queria oferecer trabalho.
Dez minutos mais tarde, lá me telefona o gaijo, o que estava à minha espera, para dizer-me que o chefe já regressava. Corri, e desci pelo elevador de serviço.

E tudo isto para saber que o meu chefe sabia que o outro gaijo ia falar comigo, porque mandam as normas internas do estaminé que quando alguém quer oferecer trabalho a outro, tem que falar com o chefe da equipa.

Ou seja, o anormal do meu chefe fez isto só para gozar com a minha cara. Quando regresso, vou falar com o meu chefe que me diz, Só te deixo sair daqui (da equipa, entenda-se), se arranjares alguém que te substitua, e eu digo-lhe, Então aumenta-me e promove-me. E o gaijo, como sempre, fica calado e só diz, Sabe bem quando sentimos que as pessoas nos admiram e admiram o nosso trabalho…

Fiquei babado, saí sem dizer nada, pego nas trouxas, ligo à Cila (que não me atende) e vou para casa.

6 comentários:

Rubrica Brasil disse...

Depois de um dia destes, a gente quer encontrar um amigo e contar tudo.
Às vezes não o encontra no momento.
Aí partilha-se a palavra e coloca o outro lado do Atlântico a ver com o belo texto(cena da janela está ótima),que não está fácil até tendo emprego.
Dá-lhe Melões.
Valeu o bom texto como sempre.

Melões Melodia disse...

Rubrica Brasil - e bom sermos escutados para as coisas boas e mas. Eu principalmente gosto de partilhar as boas.
Beijos

caditonuno disse...

ele ou aumenta ou vais embora! é assim! faz-lhe frente!

Melões Melodia disse...

Caditonuno - fazer-lhe frente, la isso faco... vamos ver no que isto da!
abraco

Actriz Principal disse...

Ligasses-me! Vais ligar à outra tresloucada pior que nós dois juntos, que esperas tu? (isto sou eu a arder de ciúmes, mas já passa)

Melões Melodia disse...

E que tu nao estas aqui a mao! Ah pois, e agora por falar nisso vou almocar com a moca a que tu chamas tresloucada.
Beijos