segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Assim vai o meloal

Quando olho para o meu país não sei se ria ou se chore. Gosto do meu país e pensava gostar das suas gentes.
Individualmente, continuo a achar que somos o povo dos brandos costumes, tolerantes e hospitaleiros.
Mas socialmente, o país desilude-me e envergonha-me.
Desilude-me o pessimismo e saudosismo. O dizer mal e viver de memórias do passado.
Só que estas memórias são selectivas e curtas porque hoje se vive melhor do que há vinte anos.

Cada dia me irrita mais ler jornais portugueses. E um morto aqui, outro ali, uma bomba que explode.
A criminalidade aumenta e a culpa é do Brasileiro.

Ainda estou para descobrir de onde vem este novo ódio dos Portugueses pelos Brasileiros.
É um ódio estranho, dado que metade dos Portugueses já foram passar férias ao Brasil e apoiaram a selecção brasileira nos mundiais de futebol, quando portugal já estava fora de jogo.

Sei que há comentadores do outro lado do Atlântico que deixaram de comentar neste canto por abusos tão somente porque são brasileiros.

Mas se há coisa que não admito em nenhum lado é intolerância, muito menos neste blog. Intolerância alimentada pela imprensa de TVIs, Portugal Diários e afins e por uma ignorância de bradar aos céus.

Sim, porque quando um crime é cometido por um Português, não se refere a nacionalidade. Mas se é um Brasileiro, logo se dirá que “um Brasileiro matou, roubou,...”
Provavelmente se um Português roubou, nem terá direito a ocupar um lugar nos jornais.

E quando olho para os jornais ingleses, faço pesquisas na internet, verifico que Portugal ainda é considerado um dos últimos paraísos na terra, com muito baixa criminalidade, mesmo comparando com países desenvolvidos com os quais nos gostamos de comparar. Estranhamente, no último relatório da União Europeia sobre a criminalidade, os Portugueses são os que têm mais medo, mas os que têm a mais baixa taxa de criminalidade!

Se há crimes em Portugal? Claro que há. Se estes aumentaram? Claro que sim, e é preciso pôr travão. Mas não é necessário arranjar um bode expiatório no Brasileiro que atravessou o Atlântico em busca de um mundo melhor porque a maioria dos crimes são cometidos por Portugueses.

Porque o Português é ladrão sem o reconhecer. Rouba o país quando compra imitições de marcas, quando pede sem factura para não pagar o IVA, quando mente na declaração da renda, rouba tanto, que se rouba o direito de ter um orçamento digno para fazer as reformas que o país necessita e tornar o país ainda melhor naquilo que até hoje soube fazer:
Acolher sem medos e sem rancores. Receber de braços abertos e sorrir para o mundo.

38 comentários:

125_azul disse...

Ah, querido, quando não são os brasileiros, são os "pretos" ou as máfias de leste... Sim, que as nossas cadeias não têm nem um preso português!!! beijinhos em nome da tolerância...

Melões Melodia disse...

Azulinha - Que rapidez! Ainda estava a apertar o botao e tu ja a comentar!
Mas e isso mesmo!
Beijinhos

Carlota disse...

Um retrato bem tirado, sim senhor!
:)

Melões Melodia disse...

Carlota - e assim ou nao e?
Beijos

calamity jane disse...

É tão assim, que até pessoas que eu tinha como 'normais' já vêm com essa conversa da tanga! Os Brasileiros práqui, os Brasileiros prácolá. Muito perigosa, essa mentalidade. E também me pergunto de onde vem este ódio. É que há uns anos atrás tudo o que era brasileiro era admirado, da música às telenovelas, passando pelas bundas e pelos bikinis. E a maior parte de nós não podia dar-se ao luxo de ir ao Brasil passar férias.
Talvez seja porque o Brasil era para nós lugar de emigração (nós para lá) e não de imigração (eles para cá). Aí é que a porca torceu o rabo. E eu pergunto: o que fariam essa cambada de xenófobos e racistas se o Brasil se lembra de nos devolver todos os Portugas que se piraram para lá só no séc. XX. Já nem falo em anteriormente a isso...

AEnima disse...

Às vezes até acho que o português rouba pouco ao Estado. Eu, que não consigo fazer uma ilegalidadezinha como deixar o carro mal estacionado por 2 minutos, ando tão revoltada com o estado da nação que apetece-me começar uma revolução... Já chutos na malta toda que só faz leis estúpidas para as finanças que restringem a capacidade de acção dos empresários.

Ser empresário em Portugal é aturar burocracia e um Estado a foder todas as possibilidades de lucro com mais impostos e novas taxas e burocracias idiotas. É impossível Portugal progredir sem iniciativa privada... é impossível haver iniciativa privada nestas condições... a não ser que seja corrupta ou multinacional, que é hoje em dia sinónimo.

Contra ao Estado, marchar, marchar!!!

Mocho Falante disse...

Ora nem mais!!!!!

E onde é que se assina por baixo?

um forte abraço

Diabba disse...

Hummm eu que até conheço algumas prisões e os seus residentes... não concordo contigo!

Beijos d'enxofre

amigona avó e a neta princesa disse...

Eh, eh, amigo melão tu hoje estás assim, a modos que azedo!!! Mesmo assim fizeste-me recordar um episódio há dias de alguém que reagiu assim quando soube de um roubo de documentos: deve ter sido o carteiro que é brasileiro(?????!!!!!!!!!)...eu fiquei a olhar sem perceber!!! Mas agora mais a sério deve ter a ver com uma experiência mais recente dos portugueses, o de viver em Portugal com tantos brasileiros......hoje em dia acho que estamos a aprender com essa experiência...nós e eles...nem sempre é fácil...beijo amigo...

Melões Melodia disse...

Calamity - que lindo ia ser se todos os portuguese fossem recambiados para Portugal - pelo menos acabava-se com a desertificacao do interior!
Beijos

Aenima - tambem concordo, mas dizer mal dos outros e mais facil que tomar medidas comtra o estado.
Beijos

Mocho - Tu assina-me onde bem entenderes.
Um abraco

Melões Melodia disse...

Diabba - desenvolve. Ja agora, gostava de saber a tua experiencia.
Beijos

Amigona - nao tem que ser facil ou dificil. Afinal a nacionalidade e so o que vem escrito num papel. De resto, somos todas pessoas com os mesmos direitos, incluindo o direito ao respeito.
Beijos

Diabba disse...

Desenvolverei pessoalmente (enquanto como uma talhada (talvez duas) de melão).

beijo d'enxofre

chiqui disse...

Querido melao,

subscrevo e concordo... mais mais que tudo fico muitissimo triste por concordar contigo. porque significa aceitar o sub-desenvlvimento social/economico/social/afectivo do nosso pais. E o nosso, mas...

bjos

aifpa disse...

Cada vez mais, é assim. Cada vez mais. É porque o brasileiro é calão e não gosta de trabalhar, é porque o de leste só cá vem ganhar uns carcanhóis para ir construir uma casita à terra dele...
Porque nos esquecemos dos muitos que nos acolheram quando começámos a acolher, somos muito importantes e podemos começar a (mal)tratar, esquecendo-nos dos muitos de nós que já foram (mal) tratados em terra alheia.
Somos uns tristes. Com raras e (honrosas) excepções, que ainda vão dando ânimo à malta que cá continua...
(P.S. Obrigada pela visita! Sê muito bem vindo ao meu cantinho, que eu já frequento o teu, embora anonimamente, há uns tempos)

Flavita, brasileira e honesta como a maioria do meu povo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
amigona avó e a neta princesa disse...

Claro meu amigo! Totalmente de acordo!Beijo (outro para a cara-metade-mais-que-tudo!)

Afrika disse...

Paga justo por pecador!
Mas olha que a verdade não anda muito longe... so que passa por elas mas mais uma vez digo paga justo por pecador!...
Beijinho

Cara D'Anjo Mau disse...

Para mim também só há pessoas.
Um abraço para a tua pessoa e para ti.

geocrusoe disse...

Acredito que existe em Portugal alguns tiques xenofobicos sempre que ocorre algum crime praticado por imigrantes ou estrangeiros, tambem e' verdade que muitos portugueses olham varios emigrantes de cima e com alguma desconfianca (mesmo quando o homem das obras que estao a fazer na sua casa seja um licenciado altamente especializado), mas tirando algum jornalismo e politicos com mau formacao, Portugal e' um pais de brandos costumes, mas mau acolhedor dos imigrantes no seu seio. Caso para se dizer pobre e mal agradecido. Sobretudo se tivermos em conta que passamos a vida a pedir que a nossa diaspora seja legalmente bem protegida pelos paises de acolhimento.

Melões Melodia disse...

Diabba - ca te espero - quanto as talhadas, isso ja e outra cantiga!
Beijos

Chiqui - o que vale e que tudo isto e muito da boca para fora e felizmente cao que ladra nao morde... mas moi!
Beijos

Aifpa - E que e isso mesmo. E ja agora obrigado pela visita (ou visitas). E que me tinhas deixado curioso por outros comentarios que foste deixando noutros cantos.
Beijos

Melões Melodia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Melões Melodia disse...

Amigona - ja sabia que nos iamos entender.
Uma beijoca

Afrika - que verdade? nao percebi bem o que querias dizer.
Beijos

Cara de Anjo - Sem mais!
Um abraco

Geocrusoe - esuqecemo-nos que ja um dia passamos por isto. Toda a razao.
Um abraco

amigona avó e a neta princesa disse...

Eh! Eh! Isto é o chamado dois em um!!! Duas mensagens de Londres no mesmo dia?! São dias felizes!
Beijo meu amigão...

Flavita disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Melões Melodia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Melões Melodia disse...

Amigona - Assim e que vale a pena!
beijo

Diabba disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Teresa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Teresa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Flavita disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Flavita disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Flavita disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Juízo!!! disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
calamity jane disse...

Oh!!! isto aqui quase q virou deserto, comà margem sul!!! just kidding, amigo. Tenho q confessar q gosto de uma boa peixeirada...
Só vim dizer q essa história de ires ter com a Cara-Metade-Mais-Que-Tudo no dia seguinte não te sirva de desculpa para ñ fazeres a noitada com a malta. Terás mt tp pra dormir com a Cara-Metade-Mais-Que-Tudo depois. Não admitiremos tangas desse género. Até porque há quem queira provar q a noite de Lx continua viva. Do que eu própria tenho as minhas dúvidas, mas enfim. Ainda admito vir a surpreender-me...

geocrusoe disse...

Pelo numero de deleted coments isto deve ter degenerado este e' um risco dos comentarios livres mas mesmo assim prefiro e apagar o que nao for conveniente. Qualquer forma otema era bastante interessante,e se tivesse tempo livre falaria mais... qualquer forma, apesar de muitos problemas, continuo a admirar portugal ao nivel de relacoes humanas... embora haja muitos defeitos e embora o meu dilema de nacionalidades, a componente portugesa e do pais que somos aceito-a com muito orgulho ainda, mas gostava que fosse melhor.

Melões Melodia disse...

Calamity - Veremos como me arranjo. Com um bocadinho de sorte a Cara Metade vai a Portugal passar o ano ca com o meloes e isso facilitara as coisas - ainda por cima porque uma das hipoteses e passar a semana em Lisboa.
Beijos

Geocrusoe - exactamente como eu penso.
Um abraco

Diabba disse...

Quem é o Portugês? Um nascido numa portagem?? hihihihihihi ai esta coisa dos nascimentos na estrada...

beijo d'enxofre

Melões Melodia disse...

Ja corrigi a gralha o morcona!!!