quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Porque hoje é 24 de Janeiro

Mais um ano se passou sobre o meu segundo nascimento.
Só que este ano, pela primeira vez, me sinto bem comigo e feliz com o que se passou.
Sim, porque hoje é 24 de Janeiro.

12 comentários:

Carlota disse...

Vivendo e aprendendo, senhor Melões! :)
Satisfaz-me saber que te sentes bem. É assim que gosto de saber os meus amigos.
Beijola.

Melões Melodia disse...

Carlota - Que remedio.
Beijocas

Teresa disse...

Um beijo todo especial, hoje, neste aniversário... :)

Mocho Falante disse...

De facto ainda bem que as nuvens se abriram e tudo clareou à tua volta,quando li o post da mesma data do ano anterior, pensei..."se soubesses como algumas coisas que aqui dizes encaixam na minha vida, ias ficar espantado", mas ainda bem que te "vejo" sorrir, aproveita o que a vida te dá e goza em toda a sua plenitude este dia especial

abraços

amigona avó e a neta princesa disse...

Leio-te e só consigo dar-te aquele abraço especial! Desculpa mas sinto-me assim, um pouco - nem sei! ! Beijos...

Melões Melodia disse...

Teresa - Obrigado.
e bom poder partilhar estas datas com os amigos.
Um beijo grande

Mocho - Obrigado. Espero que para ti tambem sejam agora dias de sol.
Um abraco.

Amigona - Obrigado. Ha momentos em que as palavras nao sao o importante, nem seque definir o que sentimos. E' so sentirmos e estarmos felizes por isso.
Beijo grande.

Afrika disse...

Ahhhh mais vale tarde que nunca...
M. um grande beijo e um xi deste tamanho.
<------------------------------------>
Força amigo!

Melões Melodia disse...

Afrika - Obrigado. As vezes nao interessa quando, somente interessa.
beijo grande

calamity jane disse...

Já uma vez te disse o quanto me identifico com algumas das coisas que aqui escreves. Como o Mocho disse ali: "Se soubesses o quanto do que escreves aqui encaixa na minha vida..."
Incluisvamente o ter razões para estar feliz e não conseguir erstá-lo. Há sempre algo em falta. Uma blogger amiga descreveu-me há dias como alguém que "escreve com um sentimento de perda"... E lembro-me sempre daquela história do "abrir o esterno"... Tem dias. Dias de sol em que não conseguimos sorrir. E outros. Em que apetece cantar. Mesmo sem razão.
Um abraço amigo. Feliz pela tua primavera

Melões Melodia disse...

Calamity - Obrigado. Mas e mesmo assim. Se calhar quando nascemos deixamos algo em algum lado e nunca mais somos completos. E por isso ai andamos ao sabor do vento, as vezes tristes sem razao, as vezes felizes com as mais pequenas coisas.
Beijo

Claudette Guevara disse...

Lá está: dar tempo ao tempo!
Um beijo.

Melões Melodia disse...

Claudette - e funciona!
beijo