quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Ainda o acidente de Barajas

De repente o acidente torna-se pessoal.

Dois amigos da Cara-Metade-Mais-Que-Tudo, dois companheiros de trabalho durante mais de um ano em que a Cara-Metade-Mais-Que-Tudo trabalhou nas Canárias, casados e com um filho de cinco anos iam nesse vôo.

A criança, vá lá saber-se porquê, voou na véspera.

Jantámos e ainda os ajudei a fazer o orçamento para 2007 quando estive por essas terras.

...e por agora o saldo pessoal é uma criança orfã, a Cara-Metade-Mais-Que-Tudo destroçada e eu de coração encolhido.

11 comentários:

geocrusoe disse...

Quando descobri este acidente pensei que ali passei há pouco mais de ano e meio, lembrei-me dos meus amigos que já perdi num acidente aéreo, no meu primo que chega hoje do canadá, em ti que dizes que cá vens em setembro, que anteontem andei de avião e que ando várias vezes por mês, no carrinho de bebé que a rtp mostrou quando do acidente aéreo da sata e tudo isto dói... vá lá saber-se porquê a criança foi de véspera anteontem e o destinatário do carrinho de bebé no passado não ia no avião sinistrado... vá lá saber-se porquê... mas outros iam...

pinguim disse...

Acredito que sintas uma grande dor.
Abraço amigo.

ematejoca disse...

Também estou muito chocada com este acidente. Nao só por eu ter acabado de chegar de Portugal pela Lufthansa, mas sim por terem morrido tantas pessoas. Apesar que só uma, era uma a mais.
Acho muito corajoso da sua parte escrever sobre esta tragédia, que lhe tocou tao de perto, aqui.
O meu coracao também está encolhido e sei o que sente, assim como a sua C~M~M~Q~T~.

papagueno disse...

Sem palavras :(
Um abraço

Anónimo disse...

Para mim a morte por acidente é a mais terrivel, principalmente quando é de avião, detesto este meio de transporte, fico com os nervos em franja, mas, não existe morte sem vida e todos temos o nosso dia.Não fiques triste beijinhos da FIFI

Paulo disse...

afinal, agora, ainda há maiores motivos para esse "porquê" que não sabias. o menino de 5 anos foi antes... situações como essas pressionam-me a que acredito no destino, numa hora que nos está destina. vem a razão e diz que tudo isso é loucura. ficam os sentimentos.
muita força para a Cara-Metade-Mais-q-Tudo e para ti, também, obviamente!
abraço

Músico Guerreiro aka Melões disse...

Geocrusoe - eu evito pensar. Passo muitas horas metido em aeroportos e avioes bem como muita gente a quem quero muito. E essa seleccao dos que vao e dos que ficam, muitos chamam golpe de sorte, outros destino. Ainda assim, nao vejo a crianca como uma crianca de sorte. Como se explica a uma crianca de cinco anos que os seus pais nao regressarao a casa?
Abraco

Pinguim - Obrigado

Ematejoca - Como bem diz, uma vida ja e demasiado. A dor de cada familia e so uma, inegualavel e incomparavel. Irrita-me por numeros onde deveria haver caras, pessoas e emocoes.

Papagueno - Um abraco

Fifi - a morte choca-me sempre quando e repentina, sem aviso. Nao a vejo, no entanto, terrivel para quem morre. Morreram com sonhos por realizar, objectivos, com uma vida ainda cheia de significado. Terrivel e esperar na velhice uma morte, aqueles que ja perderam memorias, como terrivel e para os que ficam, principalmente os que partilhavam sonhos e objectivos.
Beijos

Paulo - penso como tu. Construimos grande parte do nosso destino, mas ele de vez em quando da umas voltas estranhas comandadas sabe-se la por quem.
Abraco

Anónimo disse...

Possa! E como dizes...quando nao se conhece ninguem e "muito triste" mas quando se conhece fica muito pior! provavelmente deviamos tirar licao dai: casais com filhos, voam separados...Ou entao...todos juntos. Raquel

Anónimo disse...

Possa! E como dizes...quando nao se conhece ninguem e "muito triste" mas quando se conhece fica muito pior! provavelmente deviamos tirar licao dai: casais com filhos, voam separados...Ou entao...todos juntos. Raquel

Músico Guerreiro aka Melões disse...

Raquel - nao quero condenar ninguem, mas eu se fosse essa crianca quereria ter voado no mesmo voo.
Beijos

Ck in UK disse...

ao bebe e ao borracho poe deus a mao por baixo, costuma-se dizer....

o resto ja disse por tel...