segunda-feira, 11 de agosto de 2008

O país em que “vivemos”

O nosso país parece um folhetim. Um folhetim daqueles da pior espécie.
Chegou-se ao ponto de transmitir em directo uma operação policial de alto risco (que me recuso a comentar).

Os jornais dão notícias de crimes, de processos morosos, de corrupção, de sequestros, roubos, violações...

... mas entretanto e silenciosamente (porque não choca e não vende jornais) o meu país sobe no ranking dos países mais pacíficos no mundo. E não porque os outros pioraram mas porque Portugal melhorou sendo a criminalidade uma das variáveis utilizadas para calcular este índice.

Fica aqui o link para o sítio. Vejam que vale a pena. Mais do que uma actuação hollywoodesca da polícia portuguesa, são estas notícias que me fazem acreditar no cantinho onde nasci.

9 comentários:

pinguim disse...

Uffff!!!
Por vezes sabe bem uma lufada de ar fresco...
Abraço.

AEnima disse...

Estou espantada! 'A frente de tanto pais que eu pensava que seria um cantinho de ceu na terra... paises de bonecas de brincar!

E quanto ao maldito assalto, so disse "Chegou ca o faroeste!" Se eu abria as janelas da minha casa 'a noite para correr um pouco de ar natural, parecia que estava a viver o generico da balada de hill street... com as sirenes a passar a todos os minutos e um sem-abrigo jamming no sax debaixo de um poste de luz.

Aquela imagem (recusei-me a ver mais que uns segundos) fez-me lembrar os noticiarios diarios de la, mas com mais folclore e mais gente do que a necessaria. Que pena... que vergonha.

Diabba disse...

Não posso ver nada, roubei-te a ideia do "poste". hihihihi

Este país é uma vergonha, acho que me vou embora, estou a equacionar possibilidades.

beijo enxofrado

Músico Guerreiro aka Melões disse...

Pinguim - entao nao sabe?
Abraco

Aenima - ainda nao percebo porque e que fazem com que o portuguesinho viva em constante estado de medo... estes anormais nao sabem que ao assustar as pessoas estas se tornam mais violentas?
Palhacos, sao todos uns palhacos que querem transformar o pais num circo... como se nao bastasse a crise economica!
Beijos

Diabba - pois ja vi... ja estas a fazer com que descamos uns pontitos na tabela. A roubar de blogue alheio!
Beijos

Diabba disse...

Furto pah, num hoube biolência quando peguei na tu coisa e bazei! hihihihihihi

Tamén, pões os links às mão-de-semear... deves querer milagres, deves...

enxofre

geocrusoe disse...

sempre soube que portugal não era um país violento, mas que o tipo de violência está a mudar para o crime mais organizado e de gangs tenho a impressão e a violência nunca me preocupou muito neste país, mas sim o facto da justiça não funcionar a favor do bem-estar do cidadão comum e isso favorece a sensação de insegurança

Músico Guerreiro aka Melões disse...

Diabba - ai essa e a diferenca entre roubo e furto? Sempre a aprender.
beijos

Geocrusoe - Eu creio que a sencadao de inseguranca e-nos incutida pelos meios de comunicacao. So ouvimos falar dos maus indicadores e nao dos bons e com mais meios e transmissoes em directo, fa-nos acreditar que as coisas estao realmente piores quando essa parece nao ser a realidade.
Abraco

AnAndrade disse...

E a comunicação social com a sua cobertura sempre em cima do acontecimento (e do primo do vizinho da cunhada do dono da mercearia que conhece o sobrinho do sogro do assaltante?!)??
That's us...

Paulo disse...

bem, acho que vão ter de mudar o mapa que isto nos últimos dias sem sido do pior: assaltos à mão armada a torto e a direito... em todo o caso, acrescentarei "estado de paz" ao clima (mesmo assim acho que não equilibra sequer com tudo o que está mal!)