terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Um Natal Português

Está oficialmente declarada aberta a quadra natalícia.

É hora de guardar na caixinha das memórias, metida no centro do peito, as emoções de mais um ano.

É hora de deixar os medos de lado. É hora de esquecer a crise, a instabilidade no trabalho, de aceitar que o mundo não é perfeito, mas ainda assim, é belo.

A minha casa, não esta onde passo a maioria dos meus dias, a outra, a casa onde cresci, está à minha espera, a pouco mais de um dia de distância.

É hora de abrir o sorriso para aqueles que o merecem, de encher o mundo de música e de esperança.

Esperam-me a família, os amigos, o calor de um lar nos dias frios de Inverno.

Ouvir concertos com músicas de Natal, recordar concertos idos sem tristeza, ver que no meu país (e onde quer que seja) o Natal é belo.

Por isso deixo-vos aqui quatro andamentos de uma peça que me é muito querida. Chama-se “Um Natal Português”.

Cruza melodias do nosso cancioneiro popular com a erudição de quem tem amor à música sem nostalgias nem constrangimentos. E sexta-feira lá estarei eu sentado na primeira fila para ouvir ao vivo, não os quatro andamentos mas todos... porque em Portugal também se escreve e faz boa música.

Vou deixar mimar-me pelas letras deliciosas, pela linguagem ora crua ora subtil, mas sempre festiva e maravilhada, pelo calor das vozes, pela efusão da orquestra e pelas recordações de um Natal que foi mas que ainda é.

Gosto do Natal, faz-me sentir bem, com alegria e esperança. Porque como dizem os compositores desta obra “o menino é a eterna promessa do novo, da utopia: enquanto um menino nascer, há lugar para toda a esperança.”




Natal Portugues

21 comentários:

Pedro disse...

Só conhecia o Hei-de m'ir ao Presépio, pela Mariana Bobone. Obrigado por me dares a conhecer o original, na sua totalidade! Um Santo Natal!

Catwoman disse...

Li agora a reprodução do teu post anterior no blog do Pinguim. Embora não saiba muito bem o que dizer, não consegui deixar de passar por aqui e dizer-te que o li.

É tão profundamente atroz o que contas, não existem palavras que façam justiça ao que sentimos perante uma situação dessas. E só consigo imaginar o que seja vivê-la...mas uma das coisas boas deste mundo cada vez mais triste, é existirem pessoas como tu, que dedicam a vida e disponibilizam o tempo para amarem o outros. Que encontram em si esse Amor maior.

Fizeste-me pensar, pela milésima vez, na minha decisão adiada de fazer voluntariado. Deste-me a certeza de que o quero e devo fazer e ao mesmo tempo, recolocaste a dúvida "será que consigo fazer isto?".

Deixa-me apenas dizer-te que acredito que o teu menino partiu sentindo que alguém o amava. Não partiu sozinho. No meio da estúpidez sem nome da sua situação, foi amado. É essa a luz a que te deves agarrar. Com ou sem lágrimas.

Um abraço

Anónimo disse...

Um dia triste,outro mais alegre acho que tens crescido muito nestes últimos anos,pois a vida é mesmo assim e felizes daqueles que compreendem que afinal viver tem uma finalidade, quando damos algo de nós.Que o teu NATAL seja maravilhoso e que o teu coração fique a transbordar de amor, paz, e alegria.Boa Viagem.2009 muito bom, beijinhos da FIFI

pinguim disse...

Que bom regressar ao "calor" de um lar familiar e "viver" o Natal, coisa que se vai fazendo cada vez menos em nome do consumismo e da necessidade de se ser feliz á força.
Que o passes bem, com os teus e contigo também, por exemplo, ouvindo música bela, genuína e adquada à época.
Abração.

Sophiamar disse...

Mais um post muito bonito referente à quadra que atravessamos. Também gosto muito do Natal, de toda a atmosfera, mágica e encantatória, que o envolve, da reunião das famílias, dos afectos partilhados ...
Que tenhas um Santo e Feliz Natal onde abundem a saúde , o amor, a paz, a alegria.

Diabba disse...

(de raminhos de salsa nos ouvidos)

ahhh o Natal, as prendas (presentes T. presentes), as rabanadas, os sonhos... mnham mnham vou engordar ai ai

goto de ti!

enxofre natalino)

Kapitão Kaus disse...

Feliz Natal também para ti:)

calamity jane disse...

Então vai lá ao tasco receber o meu miminho de Natal (e não só...).
(Será que é desta que te dou um abraço real?)...
bjs

Wask disse...

Um santo Natal para ti e para a tua familia! Vemo-nos em 2009!!!
Um grande abraço!!!

Pitucha disse...

Boas festas.
Beijos

Mocho Falante disse...

Um post como só tu saber fazer!!!!!

Tem um EXCELENTE NATAL

abraços

AEnima disse...

Lindo.... um Natal LINDO para ti e para a tua familia. :) Mil beijinhos enormes e tudo de bom. E se depois das festas e de apaparicares com mimos toda a familia e amigos tiveres tempo para um cafezito... avisa!

Beijinhos

ana v. disse...

Bom Natal, Melões. Com muita paz e saúde, que o resto vem por acréscimo.

Um beijo

ematejoca disse...

_________________ ★
_________________Paz

________________União

_______________Alegrias

______________Esperanças

_____________Amor.Sucesso

____________Realizações★Luz

___________Respeito★Harmonia

__________Saúde★..Solidariedade

_________Felicidade ★...Humildade

________Confraternização ★…Pureza

_______Amizade ★Sabedoria★.Perdão

___Igualdade★Liberdade...Boa-sorte

Saudacoes natalícias de Düsseldorf!

caditonuno disse...

já nao cheguei a tempo do natal, mas espero que o ano novo te traga muitas felicidades, mais até do que no natal.

abraço.

amigona avó e a neta princesa disse...

Desejo-te um BOM ano de 2009! Muitos beijos meu querido amigo...

Teresa disse...

Vim só desejar-te um grande ano e reafirmar aquilo que estás farto de saber: que gosto muito de ti.

Já agora, se não te importas, diz àquela senhora lá de cima (a nossa comum amiga Diaba) que eu não ligo a provocações. E aproveito para a denunciar: faz anos hoje, a mafarrica :)

P.S. Estou encantada com a música. Vou deixar este separador aberto para continuar a ouvir.

Paulo disse...

Natal passado, aqui te deixamos os nossos votos de excelente 2009, Melões!

e um grande abraço feliz (meu e do Zé)

André Benjamim disse...

um feliz 2009!

AEnima disse...

Entao mister, de volta ao trabalho? Que este ano resolva o raio da crise. Beijinhos

Anónimo disse...

É deveras muito bom poder ler momentos tão belos mas sobretudo humanos os que se podem apreciar nas suas escritas.
Desejo do coração que a sua saúde esteja na melhor fase, e que continue a brindar a vida com a sua escrita e os seus "actos de ternura"
imaria